Rionegro e Solimões – Refém da Madrugada

27 de agosto de 2020

Letra: Refém da Madrugada – Rionegro e Solimões

Sou mais um refém da madrugada
Bebendo por um amor que eu apostei tudo
Mas não deu em nada

E tarde já é madrugada
A cidade está em silêncio
Não tem mais ninguém na rua
Só eu nesse bar bebendo
To com medo de voltar pra casa
Porque sei que a solidão lá me espera
A saudade também mora lá
E a noite ela vira fera.

 

Por Fernando
228 Views

Gostou do Post? Deixe seu comentário!

SIGA e OUÇA nossa Playlist no Spotify

Siga as redes do Blog Tô No Buteco 🎤🎧

👉 Facebook: BlogToNoButeco

👉 Twitter: @BlogToNoButeco

👉 Instagram: @ToNoButeco

destaques

PARCEIROS

© 2020 tô no buteco - Todos os direitos reservados.