Chico Teixeira – Aprendendo a Viver

12 de setembro de 2020

Letra: Aprendendo a Viver – Chico Teixeira

O gesto que agradece o dado
O ato que engrandece o fato
A luz que guia o meu sapato
O passo é o laço

As grandes pedras do caminho
A sensação do embaraço
A intimidade de um abraço
O pacto, é o rapto

As coisas do mundo vão se traduzindo
E o tempo é o vento que vai conduzindo
E a gente navega os mares da vida
Aprendendo a viver

Um dia se ama, outro dia se chora
É triste demais quando alguém vai embora
A alma do tempo, é uma luz que se acende
Na escuridão

O tempo de plantar os sonhos
A hora mestra do momento
A voz do povo não pergunta
Apenas comenta

O gestual da ousadia
O verso inverso da poesia
O lado oculto do silêncio
A lágrima, o lenço

As coisas do mundo vão se traduzindo
E o tempo é o vento que vai conduzindo
E a gente navega os mares da vida
Aprendendo a viver

Um dia se ama, outro dia se chora
É triste demais quando alguém vai embora
A alma do tempo, é uma luz que se acende
Na escuridão

Então o justo é ir embora
Se assim quiser seu coração
Palavras abrirão caminhos
Por entre os espinhos

Não tema o jeito do destino
Viver é só um fingimento
E tudo é só uma lembrança
imagens, momentos

As coisas do mundo vão se traduzindo
E o tempo é o vento que vai conduzindo
E a gente navega os mares da vida
Aprendendo a viver

Um dia se ama, outro dia se chora
É triste demais quando alguém vai embora
A alma do tempo, é uma luz que se acende
Na escuridão.

Por Fernando
164 Views

Gostou do Post? Deixe seu comentário!

SIGA e OUÇA nossa Playlist no Spotify

Siga as redes do Blog Tô No Buteco 🎤🎧

👉 Facebook: BlogToNoButeco

👉 Twitter: @BlogToNoButeco

👉 Instagram: @ToNoButeco

destaques

PARCEIROS

© 2020 tô no buteco - Todos os direitos reservados.